Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AO PROFESSOR, MERECIDA HOMENAGEM (Orientações saudáveis)

           Não desmerecendo todas as tentativas oficiais de homenagear os professores em seu dia (15/10/2015), cá em meu ambiente de trabalho, posso destacar a mais justa comemoração. Vinda da coordenadora a divina ideia de oferecer-nos uma mesa cheia de variadas frutas, por isso tive de comer acima do bastante, exagerei até e ainda foi-nos permitido carregar o que sobrou para casa. Assim, a comemoração durou mais de um dia apenas. Para mim, foi ainda mais significativo, não era fruto de "vaquinha", pois além dos sabores das frutas, gozei uma suave sensação de lucro: a gratuidade! Antes de tudo, fomos levados para a sala de informática por causa do ar condicionado e então dispomos de colchonete, ali deitados em duplas, um fazendo massagem no outro, sob as orientações da professora de Educação Física. Não dá para descrever aquela movimentação, com palavras normais, todavia depois de experimentar o toque revigorante de diversificados instrumentos profissionais de uso exclusivo da professora, eu, sobretudo, fui agraciado com seu jeito experiente de fazer. Nem me importei de não ter sobrado ninguém dos colegas para fazer dupla comigo, ela mesma me massageou: Privilégio em dobro.
           Nunca vou me esquecer de que professor também é gente que pode. Basta uns ajudar os outros. E a diversidade de formação completará o todo. Nossos coordenadores que pretendem nos motivar para uma educação melhor, não se engane, uma só isca jamais seduzirá todos os tipos de "peixes", motivem-se para nos motivar.
          Um só dia para os professores será suficiente se forem reabastecidos de vez em quando, com massagens também no ego. O valor de um beneficiará o outro. Já disse, Antoine de Saint-Exupéry: "Amar não é olhar um para o outro, é olhar juntos na mesma direção". E quem há de mostrar o direção correta?
           Fizeram-me experienciar um momento de viver saudável, na referida aula de relaxamento, quando alguém viu que o professor em seu dia devia está voltado para os valores puros do contato e da inteiração, ao invés de salgadinhos, refrigerantes e muita hipocrisia, como se não bastassem outros tantos males que minha profissão me reserva, fez a diferença. Uma direção foi nos mostrada, agora vou continuar com a saudosa imagem daquela sala e aquela promissora professora  ajoelhada ao lado de um homem de costas para cima, cansado de trabalhar. Ela ensinava-me lições para o meu bem-estar, vibrando-me os ombros, que tinham musculatura rígida, com o motorzinho de raios infravermelhos.  Sem imposição alguma ou segundas intensões, mas profissionalmente, ora se dirigia às outras duplas para orientá-las também, e nem me causava ciumes, era para o bem comum! Assim me fez valer o dia do professor. Como numa academia de ginástica, daquelas profissionais  com uma competentíssima "personal trainer" da escola.
Kllawdessy Ferreira
Enviado por Kllawdessy Ferreira em 15/10/2015
Reeditado em 17/11/2015
Código do texto: T5415731
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Claudeci Ferreira de Andrade,http://claudeko-claudeko.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Kllawdessy Ferreira
Goiânia - Goiás - Brasil, 58 anos
689 textos (86934 leituras)
2 áudios (310 audições)
1 e-livros (81 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 04:48)
Kllawdessy Ferreira