Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desabafo

Vida, ah vida... insana e horrível
Tortura constante de uma alma incompleta, sem nada além de si mesma.
Não aguento mais, nada parece dar certo, a vida tem emboscadas ruins pra mim.
Noites são belas até que a mente vaga por momentos de difiuldade e incompreenção.
Ser independente é tudo no meu momento de desespero, mas onde ser e como ser é a questão.
Emprego, eu migro para tudo que tento fazer, sou de tudo um pouco e ainda assim sou um nada.
Incompleta como mulher e como ser humano, só me resta chorar e lamentar como os fracos fazem.
Não sei ser forte, não sei amar mais, não sei viver de forma proveitosa e feliz.
Hoje tudo me incomoda, o amor me ajuda a ver que naum sou nada.
Que eu sou, uma boba que escreve o que pensa em um site de poetas.
Quero ser algo que não sou, tento ser boa em algumas coisas mas não passo de uma tola criatura, dependente, e ridícularizada ao pequeno toque.
Pais, ah pais, bons eles são mas a cobrança pela existência é tão grande que me deixa sufocada, não posso ser nada, não posso ter nada, e tentar ter privacidade então ah, mero sonho, tudo sabem em tudo se metem, ah sei é por amor não é?
Essa é a melhor desculpa quando desejamos escravizar alguém... por amor..apenas por amor...
Com o amor suposto vem a culpa, o ódio, o desamor, a dúvida, a luta o dezespero e em muitas vezes a morte.
Mas fazer o quê não é... um mero desabafo alivia a alma e escrever se torna a saída para limpar a alma dolorida das farpas do destino e da tão inútil vida.
Para que tanta dor, para que tanta dificuldade?
Aprendizado, karma, dharma...momentos de outra vida repetidos em várias mais... sinceramente acho mesmo que eu fui um erro e que mesmo com tudo que tenho feito de nada vale, minha alma se tornou solitária.
O medo de amar e ser é constante e cada dia mesmo que eu tente com todas as forças não consigo mudar o que sou e me tornei, alma sombria, sem luz, em busca de paz e amor....mas pra que?
Para sufocar mais alguém com ele?
Não quero isso, e não aguento mais... a dor tortura minha alma,a superproteção me torna infeliz e conformada, a cada dia me odeio mais.
Mas tudo bem sei que certamente essas palavras não significam nada para quem as lê mas é meu desabafo, meu desencanto, minha dor.
Agora choro e vou dormir assim a noite acaba logo e o dia nasce e melhora minha solidão com as tarefas escravas diárias de um sonho que não vingou e nem se realizou.
Um sonho de trabalho e força, de emprego e vida...besteira, como tudo em minha vida, mais uma derrota pra minha linda coleção.
Chorei, cansei, virei e dormi.
   
Senhora da Luz
Enviado por Senhora da Luz em 12/10/2005
Reeditado em 13/10/2005
Código do texto: T59187
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Senhora da Luz
Vitória - Espírito Santo - Brasil, 41 anos
40 textos (5509 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:30)
Senhora da Luz