Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sintonia

Eu não estou na mesma sintonia que estive ontem. O meu gingado não é mais o mesmo, aquele mórbido poema sobre carteira de cigarros e meu reflexo perante as maçanetas de um armário doado, se perderam facilmente em dois ou três dias.
Um sincero devaneio da minha falta de perspectiva e depressiva melancolia.
É até interessante como eu tenho habilidade de retroceder todo o sentimento positivo aferido a mim , talvez um dom? Que crueldade.
Certa vez li em qualquer lugar que temos poder de quem entra, fica e sai de nossas vidas... Talvez tenha interpretado errado por ter cometido tantos delitos a boas pessoas que de culpadas não tinham nada.
Deixe-me lamentar um pouco mais. Preciso dizer que errei por várias curvas, que nem mesmo sei onde queria ter ido, muito menos o propósito do início da jornada. lembro-me entretanto que telefonei durante a noite para falar sobre meus sentimentos e em resposta a amarga gravação sempre me respondia insistindo que deixasse recados. Quando por fim desisti de minha imprudência dirigi através da noite descendo a montanha para então alcançar a pista, passos de danças coreografados aos montes, ao final da ultima batida o movimento já era conhecido, rumo ao leito sob a luz do luar para então sonhar e deixar pra lá, afinal, todo mundo é meio perdido.
Duca Moraes
Enviado por Duca Moraes em 15/11/2017
Reeditado em 16/11/2017
Código do texto: T6172178
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Duca Moraes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 22 anos
35 textos (844 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/11/17 14:13)
Duca Moraes