Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Paz Verde

Sentimentos e almas meretrizes
No mar de um deserto sem fim
Momentos escrupulosos e infelizes
Que recusam mostrar-se assim.

Quinhentos oceanos de vícios,
Céus com fragrância de petróleo queimado
Mundo… armazém de desperdícios,
Florestas com o corpo cremado.

Desejos ecológicos,
Vidas perdidas no destino
O debater da baleia em mares oceânicos
Arpões varados aos olhos de um menino.

A floresta que arde por negligência,
Por um fósforo que cai aceso,
Tal como que se debate com a demência,
Que não vive com tamanho peso.

Grande jornada a do sofrimento,
Que nós, tristes, fazemos para viver,
Ganância, egoísmo e tormento
Existência de que insistimos padecer.

De alguns a ignorante bondade,
Com medo de mostrar a cara,
De outros a vaidade com maldade
Que mostra não vergonha e nos separa.

sumadartson
Enviado por sumadartson em 03/09/2007
Código do texto: T636192

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
sumadartson
Portugal, 47 anos
48 textos (941 leituras)
1 e-livros (21 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 15:41)
sumadartson