Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Domingo Descolorido

Conta-me os segredos para ter e arruinar,
Tudo em um instante.
Não há piedade de onde vem,
E não há amor que diminua a frieza dentro de você
Sinto falta do que via, sinto medo do que vejo.
O passado recentemente vivido,
Sentido, expressado e declarado.
Minha dor e insegurança podem parecer pequenas e sem significado,
Mas são minhas e as defendo, as cuido, meu orgulho, me faz ser quem sou sem mistérios.
Não use contra mim o que de mim vem.
Não trate como pouco, não finja que não assusta.
Medo do medo de sentir medo.
Medo do medo de ser menor.
Menor em vida, atitudes, palavras e sentimentos.
Sentimento puro é sentimento extremo.
Mais foi tudo reprimido, e jogado fora por um simples desejo.
Déborah Branco
Enviado por Déborah Branco em 03/09/2007
Código do texto: T636612

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Déborah Branco
São Paulo - São Paulo - Brasil, 27 anos
10 textos (559 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 20:35)
Déborah Branco