Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Longe n° 01

Sentimentos movem montanhas em minha cabeça, logo penso se existo e se estou realmente aqui...
Quão cruel é estar entre os homens, nada sei sobre nada, para quê tanto sacrifícios.(?)
Esforços sem limites, para a cegueira é um deleite. Sou um Ser que já de tanto viver, não possui biografia... Somente o tempo não basta para captar toda minha passagem, pobre Tempo, neste mundo tão soberano e no meu, apenas encanto...
Penso que comecei a existir já no meio da vida, coisa estranha, quase nada vivida. Vou passando pela imagem da vida, longa e despercebida, dono da arte desconhecida, de fazer juz a que nada significa.
Caminhemos...
Olhares pousados no ar desconhecido, seguindo o rumo do aprendizado esquecido, vou-me caminhando por ares longínquos, para encantar e desencantar, re-aprender e ensinar aos esquecidos do perfume de seu amor, a resgatar os olhares de louvor, seguindo não sorrindo, mas triste pelo torpor do desencanto, hoje encarnado nos pássaros ousados...
Voemos...
O mais simples é o que mais cega, tão fácil esquecer-mos o princípio de nossa Era, trocar por sonhos humanos feitos de pedra, em solos de guerras, águas sujas e estéreis, povoam tudo que às terras frutíferas pertencem...

Histórias de alguma coisa que nos sopra aos ouvidos...

Sem destino e em passos frenéticos, o que não é, passa a ser...

Quanto desajuste!
Thiago Victor
Enviado por Thiago Victor em 10/09/2007
Código do texto: T645731
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Thiago Victor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Thiago Victor
Pará de Minas - Minas Gerais - Brasil
56 textos (2131 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 13:38)
Thiago Victor