Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor excessivo (comentário)

Qdo o amor excessivo à própria pessoa é mórbido, têm-se, realmente, um fator doentio. Só a pratica da humildade para amenizar isso, mas haveria compatibilidade nisso? Pior do que isso, no entanto, é o ressentimento. Este sim, traz em si um veneno com antídoto mais raro! Beleza não se põe na mesa, mas a beleza fundamental não está no físico e sim na alma. Por isso Narciso se transformou em flor: porque a beleza verdadeira era imortal... e estava, talvez, dentro dele! Provavelmente a beleza que ele via, e que era atribuída ao seu físico, estivesse no fundo do seu próprio olhar... É preciso recontar essa história - talvez ele nem seja o vilão da história, como querem nos convencer na moral da história.

Enviado em 21/06/2006 19:20
para o texto: Formoso Narciso (T179752) - Vanuza
Lourenço Oliveira
Enviado por Lourenço Oliveira em 22/10/2007
Código do texto: T704489
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lourenço Oliveira
Salesópolis - São Paulo - Brasil
1279 textos (111607 leituras)
23 e-livros (1403 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 20:14)
Lourenço Oliveira