Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Corredor do Destino

Este corredor que nós cerca com sua malicias, deixando-nos altamente feneravéis a todos, seria um mero prazer do ser chamado destino?

Quem mais poderia dizer sobre tal assombro que cerca a todos e deixando os acasos sem um rumo certo e sem a menor coerência. Hoje por exemplo, amanheci em um só pensamento, ir a um determinado lugar que já estava pré-destinado a acontecer,  más o destino proporciona frutos mais maduros, colocando a todos sem um rumo. Sim, fui jorrado para fora da obscuridade sem ao menos poder bravejar, desviei a reta que se fazia em meus olhos, más nas graças de uma vida posso dizer hoje que estou livre e poderei acalentar o meu coração novamente, e na esperança fico até o próximo amanhecer.

As vezes tudo fica tortuoso, pensamos muitas coisas e na maioria desnecessariamente, atis como: o que farei amanhã, com quem vou ao show, será que verei aquela pessoa mais tarde, e assim por diante, se ao menos bastaria vivênciar o presente e nada mais.

Logo, porém tardiamente fiz isto, coloquei o meu coração, os meus sentimentos em cheque-mate finalmente, decidi impulsioná-lo para um novo rumo, um quem saberá belo destino, ao qual só o passar do tempo me dirá.

Esta mente que de tão confusa, más que mesmo sem lucidez quer mostrar o quanto e viável apreciar as rosas que colhemos, o nascer do luar que vemos, e o amor que plantamos, e que tudo isto junto faz das nossas tardes de primavera cada vez mais belas, dad]ndo esperança e gratidão por estar vivo e ainda por estar querendo, desejando e amando alguém.

Assim começo a amanhecer todos os dias de meu destino, até que um dia ele venha a escolher algo diferente, más que ao certo estarei preparado e hoje vivo por hoje, o amanhã vivo como hoje e o futuro torcerei pra ser como hoje.
Alex Fonseca
Enviado por Alex Fonseca em 14/11/2007
Reeditado em 14/11/2007
Código do texto: T737342
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alex Fonseca
Angra dos Reis - Rio de Janeiro - Brasil, 33 anos
16 textos (504 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 10:56)
Alex Fonseca