Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Uma vez que a morte é uma característica própria dos seres criados no tempo e espaço, e não da vida em si, é totalmente compreensivo que nos sentimos incomodados com a idéia de deixar de existir, uma vez que a vida, essa energia vital que nos sustenta de pé, não comunga da natureza da morte. A natureza da vida diz respeito ao ser, ao passo que a natureza da morte está ligado a idéia do “não ser”.
A consciência de um indivíduo sujeito ao tempo, repudia a idéia da morte, pois na vida não se opera tal princípio. Então, com o intuito de se iludir, a consciência procura se enganar fantasiando uma possível existência pós-morte. Porém, sabendo que nossa consciência só vive mediante o perfeito funcionamento de nosso corpo e celebro, é simplesmente ridículo pensar que existe consciência na morte, no “não ser”. Não tem como a consciência de um ser, subsistir fora do corpo, pois a consciência só existe mediante a possibilidade de um veículo carnal sujeito ao abstrato e dotado de um celebro capaz de formular pensamentos; sem esse corpo não há consciência.
Ainda que soe frustrante e trágico para a maioria de nós, a realidade é que não pode e não deve existir consciência na morte. Toda essa idéia de recompensa e punição depois da morte não passa de uma invenção produzida pela capacidade humana de fantasiar e dar sentido a vida.
...
Obrigado pela visita! Conheça minha obra musical no site www.seuribeiro.com 

*************************************** Seu Ribeiro ***************************************
Seu Ribeiro
Enviado por Seu Ribeiro em 21/11/2007
Reeditado em 22/11/2007
Código do texto: T746125

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Seu Ribeiro
Santa Luzia - Minas Gerais - Brasil, 44 anos
66 textos (1245 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 14:13)
Seu Ribeiro