Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Crugestein....



Palavras soltas e disformes,
Nascem soltinhas,
E o poema meio mambembe,
Segue fraquinho.

Chega poeta,
Como quem não quer nada,
Olha o poema,
Diz: Não tem jeito.

Poema de sarjeta,
Risco perdido em página amassada,
Tinta desperdiçada...
Lixo ou calçada?


Recomeçar

O que nos resta fazer
Se não recomeçar?

Cata aqui,
                        Palavras soltas,
                                    Escaldante notas líquidas
                                    Em partituras na minha boca
Arruma ali...

Escreve-se
Sobre o mesmo
Poema recomeçado        De preferencia já escrito,
As vezes maltrapilho
Quase sujo e esquecido.

Palavras sub-escritas
Manuscritas
Descritas
Ditas,
Quase nunca sauditas,
Em criptas, afogadas ou afegadas?

Ama-se assim.
Do começo,
Quase modo,
Sem querer,
Sem nada ser.

E sempre...
Recomeçando:
Recriamos a Vida.
Lorenzo Giuliano Ferrari
Enviado por Lorenzo Giuliano Ferrari em 04/12/2007
Código do texto: T764066
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lorenzo Giuliano Ferrari
São Paulo - São Paulo - Brasil, 54 anos
1837 textos (51336 leituras)
1 áudios (2457 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 22:58)
Lorenzo Giuliano Ferrari