Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MÓRBIDO

Na época que a escuridão, a intensa escuridão,
me raptar para lugares espargidos,
permanecerá não muito de mim pendido,
feito vestígio na tua lembrança...
Sobejará perpetuamente, em ti, qualquer coisa de mim,
porque trarás consigo, eternamente em seu princípio de vida,
um enorme monumento, abarrotado de lembranças.
Haverá a todo tempo em ti, um pouco de mim,
no contentamento, na consternação,
na exteriorização de sentimentos, no pranto,
na época que a intensa escuridão me raptar.
Permanecerei sempre em ti, como um candeeiro longínquo,
no isolamento de um insulano sem trato.
Luiz Almeida
Enviado por Luiz Almeida em 05/12/2007
Código do texto: T765807
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luiz Almeida
São Paulo - São Paulo - Brasil, 56 anos
27 textos (1057 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 00:31)
Luiz Almeida