Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pensamento

A eternidade do minuto continua,
e encontro-me numa rua desconhecida.
Deambulo como as pedras do chão,
sujo de diamante
e triste por amanhecer.
E, nesta manhã nublada, não vejo...
É tão puro e só...
E tão pouco ouço o nevoeiro,
que me grita ao coração.
E pede que páre
por um minuto infinito,
e pense...
Vera Lorena
Enviado por Vera Lorena em 16/12/2005
Reeditado em 17/12/2005
Código do texto: T86864

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Vera Lorena
Portugal
31 textos (930 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:37)
Vera Lorena