Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Bom dia


Meus dias começam assim... ao meio-dia.
Quando me deixo madrugada adentro, entre comandos do autocad e passadas curiosas pelo Recanto, perco as horas... fico no tempo em que a rua é um cenário de um filme sem personagens, os apartamentos dormem com as luzes apagadas, e a luz do meu apartamento vela o sono dos vizinhos.
Mas tenho um limite... o canto dos passarinhos.
Se me distraio... me angustio.
Não me agrada mais ver o dia nascer sem que o ontem se concretize, preciso desse referencial: “ontem e hoje”.... já vivi o tempo de ver o sol nascer na linha mágica do mar, contemplação da minha juventude que guardo nas gavetas da memória...
O meu ontem termina quando já é hoje... mas se perco a metade do dia, ganho as horas preciosas da madrugada, onde a solidão bem-vinda me faz companhia, uma música tocando baixinho... a voz saudosa da Nara Leão... o violão e a voz do Toquinho, dobradinha que acarinha meu coração... meu Chico Buarque idolatrado cantando só prá mim... meu amor, meus anseios, minhas cismas, minhas fantasias.

No mais... seja a hora que for... quando amanheço é sempre bom dia.
Cristina Nunes
Enviado por Cristina Nunes em 07/01/2006
Reeditado em 07/01/2006
Código do texto: T95655

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cristina Nunes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cristina Nunes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
421 textos (32644 leituras)
9 áudios (1002 audições)
2 e-livros (97 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:41)
Cristina Nunes