Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sonho de Natal

Nesse natal desejo que os idosos não morram mais
na fila da Previdência Social do Brasil...
Desejo que as crianças não comam restos do lixo
de nossas cidades...
Desejo neste natal, não sentir saudades
do " tempo bom " temos que construir nosso bom tempo,
que o dia de natal não seja n'alma cinzento...
seja o natal feliz: todos os dias, na vida das pessoas
de todo mundo...

Desejo que neste natal, não seja de "paz de araque"
que seja de paz até lá no Iraque...
Que o violento imperador do norte, saia do poder
pela porta do fundo,
que ele deixe em paz o nosso mundo...
Que neste natal comecem a terminar na terra
todo tipo de inveja, de ódio e a guerra...
Do meu coração e do coração do povo de toda cidade,
consiga Deus tirar o rancor, a dor e a maldade...

Desejo neste natal que as florestas não sejam
mais incendiadas, destruídas, banidas...
Desejo que os animais, as flores, os peixes
continuem existindo, nos dando inspiração,
não sejam sacos biológicos de lixo e poluição...
Desejo que o mundo não fique albergando tanta mágoa,
desejo sim que o povo do planeta aprenda a cuidar da água...

Sonho nesse natal, que tenhamos um dia :um bom presidente
que respeite os direitos do povo, não viva de ilusão!
Desejo que no futuro tenhamos um presidente que de fato
governe a nação...
Que respeitem a Ana, a Maria, não esqueça da Madalena
não esqueça do joão e nem persiga a Heloisa Helena...
Desejo neste natal, mesmo para o Sadam Hussein
sem nenhuma demagogia: uma verdadeira Anistia...

Desejo neste natal que os jovens não se percam nas
esquinas da vida, na desilusão e nas drogas...
Entendam os exemplos e da realidade não fuja,
vejam o que aconteceu com o maravilhoso cazuza...

Desejo que o nosso país se livre dos mensaleiros
Se livre dos sanguessugas, cessem os violentos tiros,
desejo que o nosso povo se livre de corruptos e vampiros...

Desejo a todo o povo da terra nesse natal
muita luz e muita felicidade...
Adeus a mortandade, Adeus a maldade, parece até enfadonho
mas este é de verdade o meu sonho...
Alguns acham impossivel, outros dizem: louco chega de ilusão..
Eu prefiro amar estes desejos, estes sonhos
prefiro encher de esperança, apesar dos pesares
todas as fibras do meu coração...

Sonho que os artefatos nucleares sejam destruídos,
sejam de fato desmontados...
não precisamos de homens e mulheres de armas mão,
precisamos de muito amor em nosso coração...

Sonho que os bilhões de dólares que se gasta com guerra
sirvam para alimentar e dar dignidade ao povo da terra...
Terra onde as crianças não comeriam mais terra no Haiti
nem na África, pois não haveriam mais testes nem no Havai...

Sonho que acabe na terra a beligerância,
leve consigo a maldade e a ignorancia...
Nesse mundo não haverá necessidade de programas
sociais e madames fazendo caridade...
Terá acabado a hipócrita falsidade...

Que eu não tenha vergonha de dizer: eu te amo.
para qualquer ser humano na rua, no campo ou
na cidade...
Feliz sonho de Natal Para todo irmão,
de letras, de poemas ou não...

Manoel Vitorio
Enviado por Manoel Vitorio em 16/11/2006
Código do texto: T293182
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Manoel Vitorio
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 59 anos
4778 textos (175010 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:36)
Manoel Vitorio