Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CONTRADIÇÕES

Se fujo, corro..., solidão me mata;
Se fico morro: teu olhar me afoga...
Se calo... sofro, que o falar me roga
O canto triste que nos arrebata.

Se nego, tenho o prazer furtado;
Se aceito, quebro teu sorriso manso...
Se me recuso não terei descanso,
Que do encanto me terei privado.

Fico, não fujo: solidão acaba...
Canto, não calo: teu olhar me afaga;
Não nego, aceito: morro de paixão!

Divina musa dos meus tristes ais!...
Não, não recuso, que tocando vais...
Todas as cordas do meu coração!

 
Valdez de Oliveira Cavalcanti
Enviado por Valdez de Oliveira Cavalcanti em 17/11/2004
Código do texto: T100
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Valdez de Oliveira Cavalcanti
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 73 anos
22 textos (6687 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/09/16 05:20)