Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Boêmia Realeza

A flor do jardim nasceu
Margarida doce, um doce, um doce
Um ipê cresceu
A chuva abençoou

O sol raiou em meio à paz
Um bêbado, presidente virou
Os bandidos, o delegado soltou
O amor reinou, governou

Barracos viraram palácios
Mendigos se vestiram como duques
As condessas do bordel, puras se tornaram
O canário cantou, se emocionou

O sol se pôs, mas depois não voltou
Bêbado, bêbado virou
A prostituta voltou
A Lapa com sua boemia, foi só o que restou

Mas um dia esse sol vai voltar
E a flor do amor vai florescer
E crescer
E a pureza d'alma, uma realeza, vai prevalecer!
Pedro Willmersdorf
Enviado por Pedro Willmersdorf em 21/01/2006
Código do texto: T102003
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pedro Willmersdorf
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 28 anos
5 textos (305 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 11:39)