Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sextina do amor-prazer

Eu tenho uma paixão em minha vida,
eu tenho nesta vida um grande amor,
pois amo esta mulher intensamente
e tiro deste amor grande prazer,
prazer que fortifica o meu viver,
que me alimenta, que me dá calor.

E todo esse alimento, esse calor
que nutre e fortifica minha vida
e aumenta esta vontade de viver
é fruto sazonado deste amor,
colhido e degustado com prazer,
sorvido e consumido intensamente.

Meu modo de viver intensamente
a vida que me nutre com calor
me faz tirar proveito do prazer
e amar-te e te adorar por toda a vida,
ainda que a ventura deste amor
me tire a liberdade de viver,

pois amo este meu modo de viver
as minhas sensações intensamente
e nutro a minha vida com amor,
tirando desse amor todo o calor
que possa dar prazer a minha vida
e aumente intensamente meu prazer.

Não sei se entendo a vida sem prazer
pois sei que sem prazer não sei viver;
difícil é para mim viver a vida
e não amar a vida intensamente,
haurindo inteiramente seu calor
e transformando tudo em puro amor.

E tu, mulher, que sentes esse amor
nas minhas sensações, no meu prazer,
que sentes no teu corpo meu calor,
no meu modo hedonista de viver,
mulher, te digo: eu amo intensamente
o mundo ao meu redor, eu amo a vida.

Eu vivo a tua vida, teu amor,
te amo intensamente, com prazer,
não sei como viver sem teu calor.


Paulo Camelo
Enviado por Paulo Camelo em 07/04/2005
Código do texto: T10251
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Paulo Camelo - www.camelo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Paulo Camelo
Recife - Pernambuco - Brasil, 68 anos
909 textos (260173 leituras)
36 áudios (10732 audições)
6 e-livros (1679 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:21)
Paulo Camelo

Site do Escritor