Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O valor de uma lágrima

Lágrimas, são águas passadas
Um presente, um futuro
Gotas derramadas, a força de uma emoção
Sofrimento distinto, recordações amargas
Salgadas como o mar, sensíveis como a terra
Oceano, são águas infinitas, talvez
Abundância, esplendor, indiferença
Presente concebido a nós; os seres Inversos

Ao nada; ao mínimo dá-se valor
Não percebemos nada,
Nada é mais que abundante
Nada é tudo aquilo que não imaginamos
Não valorizar nada, é não valorizar muito
Gotas desperdiçadas nos fazem sofrer, não é, nada
Apenas emoções refletidas de um'alma abatida
O Planeta chora; um mar de lágrimas
 
É tristeza profunda, desperdício incontável
O muito para os seres Inversos é nada.
Quando o nada se tornar muito,
Quando o mar for uma lágrima,
Quando os seres Inversos forem Humanos
Haverá vida na Terra. E quem sabe
ao invés de sofrer por tão pouco
pouparemos um sofrimento ainda maior.
NESSABTG
Enviado por NESSABTG em 30/01/2006
Código do texto: T106200
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
NESSABTG
Bertioga - São Paulo - Brasil, 28 anos
38 textos (16282 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:49)
NESSABTG