Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VENHA MINHA AMADA



Venha minha amada
e deixe que o amor tome
teu lugar e dance
nessa cadencia lenta e suave
como  um leve penetrar
que nos levara a um mundo de sonhos
a serem realizados
numa entrega de corpos e almas
que se unem num amor total
nessa volúpia , paixão e desejos
de permanecer em ti
eternamente
saboreando o teu gosto suave
tua essência que me alimenta
teu néctar que me embriaga
e em delírios saio como uma doidivana
em tua busca
para te fazer minha amada
e cada dia mais minha mulher
que eu amo e desejo com loucuras
de uma alma que não se contém
pois a paixão é avassaladora
e a vontade de ti em mim
é maior que tudo que você possa imaginar.

Venha minha amada
e deixe que o amor tome
teu lugar e dance
nessa cadencia lenta e suave
como  um leve penetrar
que nos levara a um mundo de sonhos
a serem realizados
numa entrega de corpos e almas
que se unem num amor total
nessa volúpia , paixão e desejos
de permanecer em ti
eternamente
saboreando o teu gosto suave
tua essência que me alimenta
teu néctar que me entorpece e
 em delírios saio como uma doidivana
em tua busca
para te fazer minha amada
e cada dia mais minha mulher
que eu amo e desejo com loucuras
de uma alma que não se contém,
pois a paixão é avassaladora
e a vontade de ti em mim
é maior que tudo que você possa imaginar.

Em ti me perco a cada momento
que vivo, pois essa paixão aumenta
como um galope ligeiro,
sem rumo e perdido em tua busca
para saciar tua sede
e essa paixão que é mais forte que nós.
Venha minha amada receber o que é teu
esse amor,
esse desejo,
essa busca infinda
e um querer ser teu somente teu
e amar-te ate morrer.

Já estou em ti de longas épocas
a tua espera para dançarmos
dentro da nossa cadencia
todas as melodias
que nosso amor emana
e sermos um corpo só
 em delírios e êxtases
nos perdermos nessa paixão
que me enlouquece a cada dia mais
tornando-se insuportável essa espera
esse querer encontrar
e poder doar a ti o que é teu
somente teu.

Podes não sentir, mas eu sinto você em mim
a cada amanhecer
nas madrugadas onde meu todo ser
te busca em sonhos e eu amo
nessa distancia
e sinto tua pele suave
onde acaricio teu rosto
beijo-te suave
e lentamente minhas mãos percorrem teu corpo
teus seios que me deixa tonta de tesão
e minha boca busca sedenta o teu corpo
e numa dança lenta
procuro meu mundo
onde busco tudo que é meu
e lentamente o desejo chega
jorrando e me molhando toda
e meus lábios procuram  sugar com mais
força para que possas explodir em mim
esse gozo que mais quero
e sentir você desfalecer em meus braços
 se sentir mulher
amada, desejada
adormecida ao lado.
ai velarei teu sono
como um anjo a adormecer
diante o imenso prazer
de te amar
e poder dizer
minha deusa amada
e reencontrada.

- Zelisa Camargo -
 
ZEL
Enviado por ZEL em 02/01/2005
Código do texto: T1073
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ZEL
Aparecida de Goiânia - Goiás - Brasil, 69 anos
311 textos (33941 leituras)
8 e-livros (803 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:48)
ZEL