Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

APENAS UM COMENTÁRIO.HOMOSSEXUALISMO

-
   

Hoje vivemos numa era em que tudo muda,  os conceitos e
preconceitos.
Dizer e condenar a homossexualidade como uma doença,
promiscuidade, pecado e mil delongas outras
já são coisas arcaicas de mentes que não acompanham
e nada entendem da liberdade de sermos livres
em totalidade e respeito.
Todos os condicionamentos que trazemos vem de
religião que condena como um crime , mas eles
se esquecem que debaixo das paredes secretas
a libidinagem, violação contra menores
que não sabem defender tudo existe.
Pecado é não amar e o amor hoje carrega novas energias.
Somos seres andrógenos por natureza divina gerados
da deusa mãe e deus pai e filho.
Carregamos em essência os dois sexos dentro do nosso ser
e se vários optam pelo homossexualismo temos que
entender que é uma energia necessária nesse planeta
terra para um equilíbrio da energia da deusa mãe que
hoje toma rédeas maiores para equilíbrio energético do todo.
Nada é pecado quando se tem amor,
Nada é doença.
O desamor sim, os preconceitos,o não entender.
O mundo hoje passa por mudanças e nunca
irá mudar em sua essência de procriação
onde a mãe será mãe e o pai , pai,
não importa as condições e nem opções de vida que eles

levam e vivem,
e além do mais já quase provado que uma mulher
pode engravidar a outra e se isso acontecer melhor ainda.
Embora seja considerado o sexo frágil,  mulher é a fortaleza
e o sustentáculo do planeta e cada dia mais será.
Observe as mudanças.
Um dia entrei nessa net com uma linhagem poética
andrógena e nunca me arrependi, pois a única coisa
que quero é mostrar que todas as maneiras de amor
são validas quando existe equilibrio e harmonia.
Não sou de movimentos, de passeatas, de roupagens
escandalosas e creio que isso não é necessário.
Libertinagem existem em todos os sentidos da vida.
E nem quero dizer onde ela é mais gerada.
Apenas quero que entendam que o amor é a energia
maior que temos nesse planeta
e nada é pecado quando se ama.
Porque dois homens não podem ser felizes
duas mulheres também e serem mães e pais
com responsabilidade , harmonia e respeito.
Quem somos nós para condenar atos humanos.
Somos seres andrógenos, mas vivemos
numa dimensão dual e somos duais.
Trazemos os dois sexos dentro da nossa essência
e se uns optam para um relacionamento homo
problema de opção dele e nada temos
que interferir.
Temos que lutar pela nossa cidadania,
pelo respeito e direitos por essa união
que é também sagrada e abençoada
e se dizem o contrário são coisas do homem
e não de Deus.
Deus é amor, puro amor.
É que nem religião que é coisa de homem
para um controle maior do poder monetário
e tudo condena, mas são os primeiros
a denegrir a imagem e a levarem
uma vida dúbia e isso estamos cansados de saber,
de violações de crianças que não podem se defender
pelos sagrados homens de uma falsa e hipócrita
sociedade onde querem pregar o amor de Jesus,
mas nada entendem dessa energia Cristica.
Se cada um cuidasse de sua vida
e procurasse o seu equilibrio dentro de sua opção,
o mundo seria mais harmonioso.
Não estou a defender nada e nem acusar,
mas apenas dizer que a vida é diferente
e que os conceitos arcaicos devem ser modificados
para que essa humanidade possa sobreviver com mais
dignidade, amor, esperança de dias melhores
em todos os sentidos onde cada um possa ser o que
bem entenderem e amarem como quiserem,
pois isso sim que tem peso, o amor, não importa
as condições.
Um dia hasteei uma bandeira branca da esperança
do amor e da paz, sem preconceitos e procurando entender
cada um em sua maneira de ser e tentando mostrar que todo
relacionamento equilibrado e harmonioso é válido.
Essa minha luta de peito aberto, sem medo, sem vergonha de dizer,
de escrever, de falar abertamente e sem culpa e sendo feliz,
pois sou livre como uma Águia voando em seu espaço
infinito;
Procurem entender e não condenar o que é normal,
amor, apenas amor.
E o amor não pode ser condenado,
pois ele é divino e sagrado,,,
Não importa como seja e como vivam.

Namastê
zelisa camargo

01.10.04
06.48
ZEL
Enviado por ZEL em 02/01/2005
Código do texto: T1075
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ZEL
Aparecida de Goiânia - Goiás - Brasil, 69 anos
311 textos (33936 leituras)
8 e-livros (803 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:40)
ZEL