Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEU AMIGO OCULTO

 
Ó meu refúgio, meu discreto amigo.
A ti dirijo a minha voz oculta
Que tu recolhes no teu gesto sábio
E me orientas no clamor da dúvida.
 
Filho prudente do temor calado,
Tal qual meu jeito de pouco falar.
A ti buscando sigo pela estrada
Quando algo preocupa o meu pensar.
 
A ti, ó grande mestre dos prudentes,
Entrego sempre os falares de minh'alma.
Todo o bem ou mal comunicável,
Que faz de mim, humana e vulnerável.
 
Vem sempre estar comigo, meu amigo,
Neste lugar onde te pões quieto.
Onde te fechas comigo em tua esfera
A me atender solícito e discreto.
 
Terás aqui os teus cuidados satisfeitos,
Para que fiques sempre agradecido
Nas sombras em que formas teu conceito,
Ó meu SILÊNCIO e meu oculto AMIGO!
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Ceres Marylise
Enviado por Ceres Marylise em 05/02/2006
Código do texto: T108261
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ceres Marylise
Itabuna - Bahia - Brasil
38 textos (1653 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:33)
Ceres Marylise