Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dor

Minh’alma chora
Porque a desigualdade impera
No coração, dói o que imploras
A saciedade de uma fera.

Não é a da fauna
Nem é a dos contos
Mas a que chaga a alma
E oblitera o pranto.

Tal fera é a fome
Que na fauna, há cadeia
Mas entre os homens,
O tíner que permeia

Se as palavras do cantor poeta
Fossem além da imaginação
É possível que a fera
Inexistisse desde então.

Não haveria razão
Para tanta indiferença
Pois do fundo do coração
Brotariam providências.

As de amor e paz
Ressuscitariam as lições
Que ilustram o que se faz,
Que de anos tem milhões.

***********************************

Obs.: O cantor poeta a quem o texto se refere é John Lennon, autor da música "Imagine".
Luiz Coronheiro
Enviado por Luiz Coronheiro em 13/02/2006
Reeditado em 16/02/2006
Código do texto: T111206
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luiz Coronheiro
Guara I - Distrito Federal - Brasil, 52 anos
9 textos (430 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:22)
Luiz Coronheiro