Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EU CANTO MEU HOMEM

Eu canto meu homem
que é grito calado,
que é lágrima e riso,
que é brio e juízo,
que é pranto rolado.

Eu canto meu homem
que é dor e prazer,
que é sonho e desvelo,
que é meu pesadelo,
que é sina e sofrer.

Eu canto meu homem
que é vida que rola
nas minhas entranhas.
Eu canto meu homem
que me desconsola
com dengos e manhas.

Eu canto meu homem
que me endoida e mata
se vem e me pega.
Eu canto meu homem
que me desacata,
se esconde e me nega.

Eu canto meu homem
que é doce ternura,
que é só desamparo,
que é meu bicho raro,
que é pura loucura.

Eu canto meu homem
que é samba e que é hino,
que é sombra e que é luz,
que é glória e que é cruz,
que é grande e menino.

Eu canto meu homem
que eu beijo na boca,
e que faço arder.
Eu canto meu homem
que me morde os seios
e me faz gemer.

Eu canto meu homem
que entra em meu corpo
na hora em que quer.
Eu canto meu homem
que me ama fêmea
e me curte mulher!
Sal
Enviado por Sal em 15/02/2006
Código do texto: T112005
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sal
Marília - São Paulo - Brasil, 78 anos
507 textos (44785 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 11:06)
Sal