Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Guerreiro


E posso, eu, ser o poeta maior
em descrever o meu sentimento?

Quando sinto tua presença, torno-me:
Uma criança em choro a procura de teu colo,
Um guerreiro cansado em busca do teu afago,
Um aventureiro que atracou o barco no teu cais
E em sublime momento tranca o pranto
da felicidade
para poder calar num beijo
e a felicidade que era sonho
se tornar real.

   ...Como explicar o amor?
   Já diziam que amor se sente
   e nem isso eu entendo...

Só sei que hoje sei rir,
sentir, sei que tudo sei.

Naveguei em mares bravios
e em revoltas e me fiz um guerreiro
vencido de tanto sofrer.


(Direitos autorais reservados)

   

Nica Barros
Enviado por Nica Barros em 18/02/2006
Código do texto: T113462
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nica Barros
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil
57 textos (7287 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:11)
Nica Barros