Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O SONHO DA AMÉLIA ou A CONSCIÊNCIA DA PRINCESA

Você nasceu poeta,
artesã da beleza,
e sonhou ser rainha.
Com rei, trono, coroa
e os herdeiros da sua realeza.

Bonita, calma e boa,
sorriso aberto,
amor demais no coração,
sonhava:
construía
um enorme castelo que cabia
na cabeça gigante
e na palma da mão.

A vida aconteceu
exatamente como você quis
pra cumprir a missão de ser feliz.
O príncipe encantado chegou,
tornou-se rei.
Lindo, garboso,
vagabundo e beberrão.

O trono...
Muitos tronos:
um tanque,
quatro berços,
um fogão
e, de lambuja,
a escrivaninha do patrão.

Para o seu sonho não frustrar
e o seu castelo não ruir,
inventaram a sua profissão:
a rainha do lar.
E após longo reinado
de muita dor
de pouco riso
e de nenhuma realização,
a merecida recompensa:
uma bruta coroa no caixão.

Seu sonho realizado:
ser rainha,
verdadeira mulher,
grande matriz,
regalo do rei na cama,
sustento do rei na mesa.

Mãe,
eu abdico:
não quero ser herdeira
do seu sonho cruel de ser feliz
nem de sua gloriosa realeza.
Sal
Enviado por Sal em 19/02/2006
Código do texto: T113680
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sal
Marília - São Paulo - Brasil, 78 anos
507 textos (44785 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 14:11)
Sal