Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dos nossos silêncios


Dos silêncios que me cutucam, tenho filetes
Que somem pelo ar em espirais transparentes
Assédios doentios , pacificamente calados
Na pele arrepiada de urros e sussurros fartos
Embalo a solidão das falas que não me deste
 
Põe a salvo teus olhos e a alma trêmula
Não há em mim leitos secos, nem margens sem viço
Minha pele não conhece a aridez de pranto
Rego-as de sonhos, prosas e versos gritantes
 
Onde um dia plantei sonhos solitários
Nasceram flores de amores perpétuos
Floridos sobre um manto de silêncios vivos
 
Cala teus silêncios nesse chão encharcado
Junto aos meus semeados com alegria
E verás os nossos jardins belamente intocáveis
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 19/02/2006
Código do texto: T113951

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55627 leituras)
25 áudios (3274 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 09:56)
Angélica Teresa Almstadter