Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saudade

Saudade palavra bonita
que não deve ser sentida.

Ela tem a cor cinza
de um entardecer de inverno
ou pode ser violeta
rabiscado no azul do céu de verão.

Ela não tem estação,
apenas faz sofrer.

São gotas e gotas de lágrimas
como gotas no firmamento.

São soluços trancados no peito
como o pranto sufocado e teimoso.

Saudade - Som harmonioso e forte.
Saudade - Dor profunda e definitiva.

Ela, por vezes, adormece
chega quase a hibernar,
mas quando acorda,
cuidado! Ela endoidece e fere.

Coração, se puderes brincar com ela,
para não seres escravo da saudade.


(Direitos autorais reservados)

Nica Barros
Enviado por Nica Barros em 25/02/2006
Reeditado em 14/05/2006
Código do texto: T115882
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nica Barros
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil
57 textos (7287 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:56)
Nica Barros