Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Prisma infantil

Quando criança era
Não conhecia a maldade
Desconhecia a verdade
Sorria por leviandade
Era primavera

Quando a morte conheci
Morreu a criança em mim
Esqueci o cheiro da jasmim
Era tudo medo enfim
O inverno fez-se vir

Quando adulto sou
Vejo a vida em seu tom febril
Mas procuro um prisma infantil
Para que retorne o azul anil
A primavera reaflorou
BOI (Luciano Alencar)
Enviado por BOI (Luciano Alencar) em 27/02/2006
Reeditado em 25/06/2007
Código do texto: T116582
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original).
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BOI (Luciano Alencar)
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 29 anos
246 textos (25427 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 21:51)
BOI (Luciano Alencar)