Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carta do Exílio

Vou-me embora, esse não é meu lar
Vou fugir daqui, pois sozinho desejo ficar
Daqui eu só quero sumir
Aqui não mais quero estar

Por que lhes importa o que farei?
A quem interessa porque lhes deixei?
Se afinal foram vocês que daqui me expulsaram
Sem nem sequer hesitar ao exílio me mandaram...

Mas não se preocupem, amigos e parceiros
A quem aqui me refiro sem maiores devaneios
Apenas aquietem suas línguas bifurcadas
E esqueçam-se de seus envenenados galanteios.

Sei que de todo não importará no final
Se eu era ou não outro normal
A vocês não importa se ao menos tentei...
A vocês estou certo de que nunca satisfarei...

Então não se ponham em estado de alerta
Pois aqui nessa carta não estão tristes despedidas
Estão aqui apenas algumas cantigas...
Cantigas de um pobre poeta.
Daniel Palatnik
Enviado por Daniel Palatnik em 02/03/2006
Código do texto: T117617
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Daniel Palatnik
Petrópolis - Rio de Janeiro - Brasil, 27 anos
9 textos (431 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:27)
Daniel Palatnik