Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Conjectura

O que é desse tempo que passa sem resposta
das incertezas que no vagar do pensamento...
aumentam os muros da fortaleza imposta
trancafiando as portas em total confinamento.

Um epicíssimo contraditório de letras
criando uma utopia falsa, já degenerada
de pensamentos seguidos com várias cetras
nos cantos escuros da noite famigerada.

De tal celebridade boçal do [in]sucesso,
concebida no seio da dor e desespero...
carrega a solidão revirada do avesso
e a mente sã, agora em puro destempero.

Não há luzes bifocais no palco dessa vida,
nem a glória da estrela que define a gama;
só o cansaço quimérico da voz acometida
na busca do descanso da prometida alfama.

Não há final feliz no canto da poesia.
Ela tece a sustentação de uma verdade;
e os sonhos nada mais são que uma hipocrisia
de acreditar que possam ser uma realidade.

A liberdade futura!...Essa nunca há-de chegar.
Sempre haverá grilhões da dor e sofrimento
e a cada verso escrito...em lágrimas legar
a trajetória do amor num triste lamento.

Anna Müller
Anna Müller
Enviado por Anna Müller em 08/03/2006
Código do texto: T120462
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anna Müller
Boa Vista - Roraima - Brasil, 52 anos
89 textos (4243 leituras)
11 áudios (4397 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:53)
Anna Müller