Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PASSARINHANDO


 
Viestes cantarolar sobre a minha janela
Parecia falar língua humana, aquarela
Contando passos da vida bela

Pobre passarinho, livre, veloz, às vezes assustado
Peito estufado, corpo arrepiado
Canta, pula, voa para o infinito

Perto parece daqui, longe envolve, some e se vai
Festa faz, corta o som da sinfonia, a harmonia sai
Canta versos lindos, quase um Pavaroti

Perfila sua agonia, sua dor
Tristeza ou alegria, por amor
Transfigura em cálido rubor

Não é um poeta
Mas de pura poesia se farta
Alimenta a alma
Inspira o poeta.

divina
Enviado por divina em 17/03/2006
Código do texto: T124446
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
divina
Santa Maria - Distrito Federal - Brasil
10 textos (370 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 05:56)