Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Márcia

Ó noite pálida como uma acácia
Desenhe a Márcia em meus olhos tristonhos
Traga-me seu riso puro e bonito
E jogue-o no infinito dos meus sonhos.

Quero tocar vossos seios devassos
E sorve-los nos meus braços ateus.
Poder beijar os seus lábios carnudos
Tê-los mudos pousados sobre os meus.

E passear naquela tez macia
Leigo na melodia de sua voz
Dar uma noite fervente para ela
Em uma alcova bela para nós.

Quero tê-la em todos os arrebóis
Deitada nos lençóis do alvorecer
Quero despertar seus sonhos contidos
E ouvir os seus gemidos de prazer.

Ouça o meu apelo, noite horripilante.
E nesse instante traga-me, por favor,
A mulher que me tem como irmão
E, em meu coração, eu tenho como amor.
Moreira Gaspar
Enviado por Moreira Gaspar em 18/03/2006
Código do texto: T125144
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite a autoria de João Paulo Gaspar). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Moreira Gaspar
Acopiara - Ceará - Brasil, 28 anos
48 textos (3419 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 15:08)
Moreira Gaspar