Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Força das palavras...


É essa a força que fere e mata...
É essa a força que faz o amor...
É essa a força que também maltrata;
Mas também, descreve a beleza da flor.

São as palavras, que são história e vida;
São elas, que ao homem vão condenar;
São elas, que descrevem a ferida,
de uma grande dor, por fim acabar...

Minhas palavras são como a pombinha;
Quero-as portadoras, de amor e paz...
Descrevendo a beleza que ela tinha.
As palavras de amor, que tu me dás.

Palavras são palavras e poema.
Palavras podem ser condenação...
As palavras podem ser um dilema,
ou descrever, a mais bela ilusão.

É nas palavras que o poeta ficou,
Imortal numa bela poesia...
Deixa nessas palavras, o que amou
e ao mundo, a beleza que devia.

É na crueza de certas palavras,
numa injustiça, que por vezes portam;
Sonhos que começas e não acabas,
são as palavras, que ao fim te importam...

Palavras... simples letrinhas apenas.
Elas ditam a força do profundo...
Quando são sábias e muito serenas,
fazem-nos ver, a beleza do mundo.

Sines - Portugal
António Zumaia
Enviado por António Zumaia em 19/03/2006
Código do texto: T125500
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
António Zumaia
Portugal
320 textos (20399 leituras)
71 áudios (5404 audições)
5 e-livros (1754 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 05:14)
António Zumaia