Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Alforria

A chama da fantasia reluzente
Cega a maioria de meus medos,
Refugia-me da desgraça eminente
E entorpece-me em tolos desejos

Cruéis carícias rogadas dos teus lábios,
Estes veementes amaldiçoados!
Condenam antigos erros perdoados
Fortalecendo meus sentidos enfeitiçados

A acinzentada chama protege,
O nosso "sim" ainda... inebriante
O intragável desprezo emerge,
O seu amor ainda... irrelevante

Os incrédulos olhares se cruzaram,
Num súbito pacto de atração!
Assim como lendários amores se suicidaram,
Outros, morrerão!

A calmaria é patrocinada por prantos
O quarto iluminado se apagou!
Nossos ideais são amigavelmente estranhos,
A vida nesses 28 anos se deteriorou!
Carlos Henrique Toledo
Enviado por Carlos Henrique Toledo em 26/03/2006
Código do texto: T128779
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Henrique Toledo
Jacutinga - Minas Gerais - Brasil, 28 anos
18 textos (480 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 09:40)
Carlos Henrique Toledo