Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vulto no escuro!!!

Noite fria e escura,
Que reservas para seu súdito fiel?
Medo? Solidão? Pesadelo?
Em meio a nuvens de fumaça densa,
Com o coração partido por desilusões antigas.

Sinto em meio ao vazio, um suave e delicado perfume,
Uma mescla de flores e cítricos adocicados,
Que levemente penetram minha alma e elevam meus sentimentos.
Um vulto em meio ao caos me parece assombroso.

Neste momento não sinto nada.
Neste momento sinto muitas coisas.
Um medo, um desespero, uma desilusão.
Daquilo que nem sei se viverei.
Desespero de não conseguir aguentar a desilusão da vida.

Neste momento, não quero pensar, não quero sentir.
Tenho medo de tudo que eu penso e de tudo que eu sinto.
Em meio a nuvens de fumaça densa,
Com o coração partido por desilusões antigas.

Finalmente o vulto se revela suavemente em minha direção.
Como em uma faceta de mago a escuridão se abrandou.
E todo meu corpo gélido, quente se tornou.
Perante a sua imparcialidade meus olhos vidraram-se.
E um suor nervoso sentido levemente em minhas mãos.

Noite fria e escura,
Que reservas para seu súdito fiel?
Amor? Paixão? Desejo?
Como em um sonho aproximou-se mais.
Com um simples sorriso meu espírito confortou.
E meu ser refez-se em um novo ser.

Envolto em nuvens de mistérios.
Em seu meigo sorriso me perdi.
Em seus longos cabelos negros me orientei.
Mas, foram em seus belos olhos brilhantes que me encontrei.


July 14 2003 @ 01:09 PM
L Max
Enviado por L Max em 25/04/2005
Código do texto: T12904
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
L Max
Santo André - São Paulo - Brasil, 40 anos
20 textos (1077 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:43)
L Max