Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TORMENTO

Sorrindo saíste
sem perguntar como eu ficava,
ou como me sentia.
Não quiseste saber
como eu estava,
ou se eu sofria,
mesmo ouvindo meus gritos
cortando a noite
como açoite.

Hoje, são teus os gritos
doridos e aflitos
que me assaltam e me judiam,
quando de mim te lembras...
Retornas, enfim,
ao menos pra sofrer dentro de mim.
Sal
Enviado por Sal em 28/03/2006
Código do texto: T129689
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sal
Marília - São Paulo - Brasil, 78 anos
507 textos (44782 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 05:02)
Sal