Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MITO

MITO
Sandra Ravanini
 
 
Levo o clamor em enxurradas de temperança,
tenho no meu peito a cicatriz da desigualdade,
um corpo dança com a bandeira branca na lança,
revoam as súplicas na voz oprimida da liberdade.
 
Duplo sentido dessa luz quando presa em grilhão
sangra um grito na chibata da dita anarquia,
saio intacta das trevas e das luzes sem religião
e o luzido esconde seu medo na abadia.
 
Sorvo desse silêncio a comunhão de meu mito,
não me iludo ante falanges de brio tão falaz,
pois meu grito é a oração ao sombrio que eu fito
e, da mão que mata a fome, já sustenta essa paz.
 
27/03/2006
Sandra Ravanini
Enviado por Sandra Ravanini em 28/03/2006
Código do texto: T129927

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Sandra Ravanini / www.recantodasletras.com.br/autores/sandraravanini). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sandra Ravanini
Campinas - São Paulo - Brasil, 52 anos
161 textos (7108 leituras)
21 áudios (608 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:00)
Sandra Ravanini