Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Teus olhos...


Sinto a ausência no meu peito a doer;
És luz da minha vida, meu olhar...
És quem me dá o sonho de viver
e não posso, de ti me separar.

Não te quero lua na minha vida,
ou somente o sol a iluminar...
Quero-te presente, minha querida;
Nessas horas minhas, que vou contar.

É nesses olhos que são a beleza,
que eu choro, a vida que quero ter...
Amar-te louco já é a certeza,
preciso de ti, enquanto viver...

Os belos olhos que riem e choram,
eu preciso deles, para me verem...
Gaiatos e lindos, que me namoram;
Com aquele medo, de me perderem.

Lembra sempre...eles são minha luz,
o tema de todos os meus poemas...
Tua ausência é dolorosa cruz,
mas teus olhos, são verdades supremas.

Eu os amo e os quero em mim poisados,
na belíssima  luz que me embriaga...
Mas teus olhos, os carinhos sonhados,
são deste homem...a sua triste saga.


Sines - Portugal
 
António Zumaia
Enviado por António Zumaia em 28/03/2006
Código do texto: T129967
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
António Zumaia
Portugal
320 textos (20399 leituras)
71 áudios (5404 audições)
5 e-livros (1754 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 15:07)
António Zumaia