Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Bufão

O onanista envelhecido
Trepida no ar sua língua viperina
Espalhando sobre tudo e todos
Seu cuspe nocivo

Caricatura de um Pã
Que nunca foi dionisíaco
Durante os séculos envelheceu
E macerou seu espírito pérfido
Em tonéis podres de carvalho

Sua figura vipérea pode ser vista
Ainda hoje, a qualquer hora da madrugada
Espalhando pelos bares
Seu hálito fraudulento
Mentiroso, burlesco

Regozija-se verbalizando representações
Propositada e milimetricamente grotescas
Do outro, do semelhante,
Do amigo e do inimigo

Bufão tolo
Patético
Figura do descrédito

Ao amanhecer
O bufão-da-corte, que se crê víbora
Penetra com seu corpo roliço a terra
Até desaparecer, assim como uma doninha.


Mais Priscila Andrade: http://dedodemoca.blogspot.com
Priscila Andrade
Enviado por Priscila Andrade em 30/03/2006
Reeditado em 30/03/2006
Código do texto: T131020

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site www.priscilaandrade.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila Andrade
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 44 anos
15 textos (349 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 13:06)
Priscila Andrade