Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Contradições

Tenho em mim um não sei quê de paixão,
Insandecendo o peito e arfando sem parar.
Tenho a alma pesada e o pensamento breve,
Enlouquecida mente divergente.

Tenho vivo um ódio diferente,
Vontade de rugir e esbravejar...
Tenho rubros os olhos tementes...
Vontade de fugir e não voltar.

Tudo o quanto penso é um tormento...
Se rio, choro...
Se agonizo, me contento.
Se não me entendo a mim,
Quem pode entender?

Vivo de antíteses cercado,
Paradoxos incompreensíveis gerados...
Quem pode entender?
Alberto da Cruz
Enviado por Alberto da Cruz em 31/03/2006
Código do texto: T131444

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite Alberto da Cruz e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alberto da Cruz
Angra dos Reis - Rio de Janeiro - Brasil, 35 anos
201 textos (24156 leituras)
15 áudios (1092 audições)
6 e-livros (1207 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 05:57)
Alberto da Cruz