Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

METAMORFOSES

Não quero
metamorfosear-me em
heterônimos
como os meus melhores
antes quero me
assumir
ccomo muitos
concretos
inteiros e
plenos
deste sentido,
seja na formas do que
digo
seja nos modos com
sinto.
resuso então para mim
toda definição acertada
aparada e contida
na minha palavra só cabe
o termo poesia
(o poético anda preso
as estruturas,
formas e fôrmas).

quero a amorfixia,
o tempo entre a dobra e a
folha lisa,
entre o pingo e a letra,
o movimento da caneta.
por isso escrevo e
não digito -
na tela a letra acontece mais rápida
e precisa -
a caneta dá-me o tempo do
desenho
(fora o rabisco e a borracha).
Melhor, só o lápis...
Melhor, só a palavra
no pensamento...
até mais...
melçhor, só a palavra
no sentimento.

Quero ser na total possibilidade da palavra
contradição.
paulo vanna
Enviado por paulo vanna em 31/03/2006
Código do texto: T131653

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
paulo vanna
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
8 textos (124 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:53)