Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

bagaço

 
fica o rodeio
o filete de luz
que me faço
que me agrado
 
apagado o recado
fica o dente marcado
no lábio manchado
entre eu e o meio
 
brilho pra mim
canto pra mim
sorrio pra mim
 
espaço riscado
nariz revirado
recolho a tralha
do campo de batalha
 
assino no anonimato
mas um dia de fato
o que parece último ato
 
fim de feira
entre poesias amassadas
verbos e prosas passadas
 
dormita a vontade
de trancar a matrícula
fazer uma cena ridícula
 
apagar a última estrela
enfiar na bolsa a amizade
sentar e chorar a orfandade
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 02/04/2006
Código do texto: T132786

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55644 leituras)
25 áudios (3274 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:39)
Angélica Teresa Almstadter