Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Levem-me

Dê-mem um choque,

Os remédios já não estão fazendo efeito,

Já estou acostumada com as mesmas reações,

Por que todos gritam?

Será que aqui não há silêncio?

Lá vem a enfermeira...

Levando mais um louco,

Para dar-lhe um belo choque,

Por que não me levam no lugar dele?

Dê-mem o choque.

Apagarei...Alucinada, apagarei,

Estarei no outro mundo,

Onde talvez seja melhor para mim.

Sairei daqui, e jamais voltarei.

Este hosício esta ficando cheio demais

Para suportar tamanha insanidade.

"Procuro algum lugar pra deixar minhas tristezas"

E é naquele quarto vazio em que me acomodo e choro.

Escondida choro,

Para que não me vejam.

Para que não vejam o meu sofrimento.

Desapareerei para sempre,

Na fumaça que sai da fogueira que eu mesma armei,

E coloquei lenha,

E deixei que o fogo se espelhace por toda a floresta.

"...Juro que não foi por mal

Não queria machucar você,

Prometo que isso nunca mais vai acontecer,

E mais uma vez..."

Perdi as pedras que marcavam meu caminho.

Agora estou sem rumo,

Sem estrada,

Sem direção.

Desnorteada, ando por ai, no escuro,

Onde não há ninguem para trocar a lâmpada

Que foi quebrada por minhas próprias mãos.

estou sozinha, como sempre.

Ah! Como sinto falto dos velhos tempos,

Em que corriamos pelo jardim,

E rolavamos pelas flores.

...Mais um louco foi embora,

E eu aqui, pedindo para ser levado!!!
Babinha
Enviado por Babinha em 06/04/2006
Código do texto: T134890
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Babinha
São Paulo - São Paulo - Brasil, 26 anos
41 textos (2560 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 10:03)
Babinha