Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pseudovida

Por Deus ferozmente perseguido
Me vejo em um ponto sem saida.
Nada mais importa em minha vida
Nada em minha vida faz sentido.

Pelo tempo, há muito esquecido,
Vago calma e sorrateiramente
Onde a escuridão se faz crescente
Onde os meus demônios tem vivido.

E assim, todo o meu viver tem sido.
Frustrado, como um grito nunca ouvido,
e, como um grito ouvido, censurado.

E um dia abatido cairei
Cansado, pela vida q levei
Sem ter meu ideal realizado
J F C Lourenço
Enviado por J F C Lourenço em 08/04/2006
Código do texto: T136050
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
J F C Lourenço
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 29 anos
4 textos (180 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:20)
J F C Lourenço