Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fragmentos teus

Por entre a doçura dos teus olhos
perpassam tristezas incertas
amalgamadas a um espírito sagaz.

Teus olhos tem muitas falas.
Como o gorjeio das flores,
ora clamando a aurora
ora serenando o anoitecer.

Teu silêncio grita:
a resistência aos paradigmas das
tempestades impostas pelo poder.

Tuas palavras calam:
a conformidade com
as idéias preconcebidas.

Teu mapa não é território:
ultrapassa os caminhos do eu e
percorre os descaminhos da história.

Tua luta avança:
pela energia dos sentidos
pela ternura do afeto
no inexorável projeto de transformação.

Fragmentos de uma árvore
que zela pela sanidade da floresta,
tão potencialmente sábia na
dialética da (des)construção.


Paola Caumo
Enviado por Paola Caumo em 11/04/2006
Código do texto: T137375
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Paola Caumo
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 47 anos
167 textos (6281 leituras)
17 e-livros (808 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:30)
Paola Caumo