Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A CANÇÃO DA VIDA


Canto a cada alvorada
Que à vida me traz de novo
Canto a alegria de um povo
Que ri de alma atormentada

Canto o riso da criança
E a sua pura inocência
Canto a minha irreverência
E a minha eterna esperança

Canto as searas repletas
E o Sol em cada manhã
Canto um melhor amanhã
Pra justiças incompletas

Canto a vida que não pára
A noite que segue o dia
Canto até quem tal diria
O silêncio que os separa

Canto os peixes e o mar
E as fontes de água fria
Canto esta minha alegria
E o meu desejo de amar

Canto a deusa poesia
Meus devaneios risonhos
Canto a ilusão dos meus sonhos
E a minha doce utopia

Canto o ter sido nascida
E o nosso Deus Criador
Canto o meu profundo amor
Pela dádiva da Vida!

***

(In 2ª Antologia do Grupo Ecos da Poesia – ed. Abrali – ano 2006)
(In E-Book "Luas e Marés", publicado em abril/2006)
***
http://www.delnerobookstore.com/bibliotecas_virtuais/carmo_vasconcelos

POESIA DECLAMADA:
http://www.abrali.com/000membros/cd/carmo_vasconcelos/sitio.htm



Carmo Vasconcelos
Enviado por Carmo Vasconcelos em 12/04/2006
Código do texto: T137924
Classificação de conteúdo: seguro

Áudio
A CANÇÃO DA VIDA - Carmo Vasconcelos
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Carmo Vasconcelos
Lisboa - Lisboa - Portugal
203 textos (15408 leituras)
62 áudios (7662 audições)
15 e-livros (1368 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:35)
Carmo Vasconcelos