Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INFINITO

Pessoas...
eu não as somo
eu as tenho,
elas vem e vão;
vão aberto no peito.
Janela d'alma
acolhe feito sol,
liberta feito vento
que sopra e passa.
Às vezes, é redemoinho
rodopiando folhas,
folhas verdes ainda
querendo ficar.
Folhas outonais
cor de passado sabido,
que por capricho ou destino
às vezes, vêm e vão; vão e vêm.
Pessoas...
eu as amo e odeio
amor é meu
ódio é vento
e para ambos somente o tempo.
ELAINE SPANI
Enviado por ELAINE SPANI em 13/04/2006
Código do texto: T138676
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ELAINE SPANI
São Paulo - São Paulo - Brasil, 42 anos
247 textos (11643 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:17)
ELAINE SPANI