Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

De cara

De cara, o amor é pra poucos
A ilusão é dos loucos
A paixão deixa rouco
Tanto grito e não ouço
Já não vejo a razão

Transcender o teu corpo
Cometer um aborto
Não ser reto, ser torto
Se não está vivo está morto
todo resto é ilusão

De Platão, devaneios
Esquecer os receios
Me perder em teus seios
Se existe fim, viva o meio
Com toda tua paixão

Teu semblante no espelho
O amor ou conselho
O meu sangue é vermelho
Não consigo retê-lo
Dentro do coração

Sem tocar, te contar
Desvendar o amor
Feito lua no céu
Como ave a voar
Cheiro doce de mel
O que me resta?
Sonhar
Jefferson Moraes
Enviado por Jefferson Moraes em 15/04/2006
Reeditado em 22/04/2006
Código do texto: T139735
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jefferson Moraes
João Pessoa - Paraíba - Brasil
20 textos (805 leituras)
2 áudios (259 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:33)
Jefferson Moraes