Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ELEGIA MILENAR

ELEGIA MILENAR

Por que querer o mundo
o mundo feio e nojento
as vilas e as calçadas
eu... num uivo único
amo o ódio que me intriga
vivo sanguinário
cantando o suplício
eu enquanto ser
enquanto vil e ardiloso
esperançoso no acaso.

Jogo os dados
na espera enfadonha
o medo cintilado
o cálcio e ódio
a luta fria e medrosa
os algoritmos
os algarismos
os logaritmos
os meus estudos
a fragilidade do mundo.

A estratosfera me ama
o rubor lento
o sangue do homicida
o pedido de adeus arrependido
o cuspe no rosto alheio
o nojo fedorento
viva ao século XXII.
                              (02/07/04)
Ozimar Júnior
Enviado por Ozimar Júnior em 18/04/2006
Reeditado em 25/07/2008
Código do texto: T140993
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ozimar Júnior
Canindé - Ceará - Brasil
39 textos (805 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:40)
Ozimar Júnior