Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema de beira de praia (noite)


O mar agita o poema que guardo no peito,
a lua grita e reclama os versos
que a ela pertencem por direito.

A caneta corre livre como bailarina
por sobre o palco branco das folhas de meu caderno,
as rimas se misturam tortas
fazendo de meu verso um inferno.

O vento frio me agride nas costas
e meu coração se revolta
querendo calor e respostas.

Os ponteiros do relógio correm
tornando as horas loucas.
Tempo, tenho bastante.
As vidas é que são poucas.
Mauro Gouvêa
Enviado por Mauro Gouvêa em 20/04/2006
Código do texto: T142095

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Mauro Gouvêa - www.recantodasletras.uol.com.br/autores/maurogouvea). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mauro Gouvêa
Alfenas - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
432 textos (56473 leituras)
3 áudios (837 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:33)
Mauro Gouvêa